segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ficou grávida? Não joga no Google.

Se você desconhece algum assunto, jogue no Google. A maior e mais usada ferramenta de busca da internet é ainda melhor do que a Barsa, aqueles livros gordos e vermelhos que traziam informações sobre quase tudo e custavam uma fortuna.

Além de o Google ser de graça, não há nada que ele não consiga localizar. A rede de hyperlinks que ele constrói faz com que você passe mais de hora lendo sobre assuntos que parecem fúteis como cores de esmalte ou crochê.

Quando descobri que estava grávida, entrei no site e coloquei no buscador: “sintomas gravidez” (eu queria saber se todo aquele enjôo era frescura ou era o feijão que estava crescendo aqui dentro).

O primeiro site que encontro é do E-familynet . Ok. O texto não é nada mal. Resolvi fuçar no restante do site (malditos hyperlinks). Olha, tem um fórum. Vamos ver o que as meninas andam falando. NÃO. NÃO e NÃO!!!

A grande maioria dos tópicos trazem mulheres loucas para engravidar e cheias de histórias horrorosas de aborto, sangramento, malformações, coceiras, doenças e desgraças. Eu fiquei absolutamente MALUCA lendo todos esses relatos. E quanto mais eu lia, mais eu queria saber sobre aquilo para não deixar que tudo acontecesse comigo.

Até fazer todos os exames, eu não dormi. Tinha medo de não ser nada além de gases ou de minha gestação ser fora do normal (não, não vou repetir todas as coisas horríveis que eu andei lendo). Só sosseguei quando entrei na sala de ultrassom e vi aquele feijãozinho, ainda sem formas, mas com um coraçãozinho que batia bem acelerado. Achei que não fosse chorar, mas é impossível saber que você tem dois corações e não se emocionar.

Não peço mais ajuda do Google. Como diz minha avó, a gente não precisa saber de tudo pra ter consciência de que a natureza é extremamente sábia e que o nosso corpo nos dirá quando há algo de errado. E eu não poderia estar mais Feliz e satisfeita!

4 comentários:

  1. Eu te falei isso desde o primeiro dia que vc anunciou sua gravidez para o mundo: vc vai ouvir conselhos de todo mundo! Todos temos uma amiga q viveu uma situação parecida, uma prima que já passou por isso, uma irmã que encarou a mesma coisa... Por isso que eu te digo: ouça sua mãe! Sempre, sempre! ouça sua avó: ela é mto sábia! E ouça o feijãozinho.... estou certa de q ele vai guiar vc pro caminho certo!

    ResponderExcluir
  2. Sua avó tem razão. Mas mães são curiosas por natureza. É muita mudança, e a gente sempre quer uma explicação lógica e racional pra tudo. Só que tem coisas que não se explicam. A gente só sente, como os dois corações. bjo
    Paloma e Isa

    ResponderExcluir
  3. Oi Isis!!!!

    Descobri aqui nessa vida virtual que vc tá grávida!!! Parabéns viu, espero que dê tudo certo!!!

    Blog muito legal, vou indicar ele pra Cibele, que tá gravidinha de novo!!!

    bjs flor!!!!!

    ResponderExcluir
  4. É um belo exemplo de caso onde a ignorância é uma benção! risos E parabéns pelo blog! Bjs

    ResponderExcluir