sexta-feira, 13 de novembro de 2009

O primeiro sutiã 46 a gente nunca esquece


Sei que principalmente os homens ficarão um pouco intimidados com o assunto desse texto. Mas o fato é que, mulheres grávidas experimentam uma sensação única. De um dia para o outro, os seios crescem e você se sente poderosa.

Claro que isso tem um preço. A região fica incrivelmente dolorida. Acho que a sensação é próxima a alguém dando diversas micro-beliscadas e depois apertando com bastante força. Para os homens terem noção, imaginem isso acontecendo o bico do peito de vocês. Ou então com o saco. Voilá!!

No meu caso, eu já tinha sido relativamente abençoada. Mas também não foi de graça. Quando eu era pequena, o que eu mais queria na vida eram peitos. Antes de dormir, minha principal conversa com Papai do Céu era sobre a quantidade desejada. Eu me imaginava como Pamela Anderson. Acho que eu enchi tanto o saco dele que ele atendeu às minhas preces. Mas ainda bem que ele foi coerente e me deu umas 4 vezes a menos. Pelo menos até eu ficar grávida.

Essa foi uma das primeiras mudanças físicas que eu percebi. Na verdade, eu e o namorado (porque quando é pra reparar no novo corte de cabelo, quem disse que tem essa atenção toda?). O fato é que eles aumentaram de um dia pro outro e eu precisava de um novo endereço para a mais nova fábrica de leite do pedaço.

Entrei na loja e pedi logo um 44. Mas resolvi pegar um 46, só pra garantir. E para a minha surpresa, o 46 serviu direitinho. A vendedora ainda aconselhou que eu pegasse um 48. Ah minha filha, seus seios vão crescer muito mais ainda!!!!, ela me disse com uma risadinha de quem sabe que os meus tão desejados e cultivados peitos ficarão murchos e caídos após a amamentação.

Não. Levei o 46 mesmo. E embora eu já estivesse me enxergando novamente como uma Pamela Anderson, coloquei na cabeça que meus seios não vão virar umas muxibas. Já vou rezar para o papai do céu (ele me ouviu uma vez, acho que me ouve de novo) e por via das dúvidas, vou fazer uns exercícios para que a musculatura fique firme e forte. Porque na saída da maternidade, o nr. 46 não vai dar nem pro cheiro. Aí eu conto como é usar um sutiã 52, ou 54. Quem sabe?

5 comentários:

  1. O crescimento absurdo e claramente perceptível dos seus seios foi o motivo que me fez ajudar a te convencer a comprar o teste na farmácia!

    ResponderExcluir
  2. hahahaha...não to grávida (apesar de nos mês passado o susto me pegou, mas foi alarme falso), mas sempre sonhei em ter peitões!! Tb resava pedindo isso, ai um dia fiz uma simpatia em uma noite de lua cheia...hahaha, deu certo! em menos de 2 anos pulei de P para G(44)....hahahaaha...qdo ficar grávida vai ser uma loucura!

    ResponderExcluir
  3. Hahahahhahahaha... Amiga, nunca se esqueça que o que Deus não dá, a gente compra! Falo por experiência própria, rs...
    Parabéns pelo blog! Está uma delícia de ler.

    ResponderExcluir
  4. Ahahaha sensacional! Peitos das grávidas são tudoooooo!!!

    ResponderExcluir
  5. Omg, minha mulher já usa 46... Quando engravidar ficará quanto? OH MY GOD!!!

    ResponderExcluir