sábado, 14 de novembro de 2009

Náuseas e busões



Tenho certeza de que nunca mais vou me deliciar com um pedaço suculento de picanha como fazia antes de ficar grávida. Isso porque eu descobri, a muito custo, que o feijãozinho não gosta de carne vermelha. E de melancia. E de manga. E de suco de maçã.

A lista só cresce a cada dia que passa e me alimentar tem sido um desafio de gigante! O médico me passou um cardápio com alimentos considerados saudáveis a uma grávida. Devo evitar comidas gordurosas, diminuir a quantidade de açúcar, não tomar café, coca-cola ou qualquer bebida que contenha cafeína. Não devo comer queijos amarelos, mas preciso caprichar na dose de cálcio. Na de ferro também. Ah! E não devo me esquecer de ingerir muitas vitaminas, afinal, o feijãozinho precisa comer bem para poder crescer forte e saudável.

No começo eu achei ruim. Sempre gostei de comer uma porcaria de vez em quando, um churros aqui, uma batata frita ali. Mas meu paladar mudou tanto que, de verdade, não me abalei muito com todos esses NÃO PODE!

Eu era do tipo de pessoa que pregava a soberania absoluta do topo da cadeia alimentar. Se qualquer coisa que estivesse cozida/frita/assada bobeasse, eu botava pra dentro sem dó ou piedade. Podia colocar o leitão inteiro na minha frente. Tadinho o cara&%! Eu vou é encher minha pança!

Mas agora, só a ideia do bife me dá náuseas. Já tentei comer. Não desce. Fica passando de uma bochecha a outra durante uns minutos enquanto o estômago se recusa a receber o tão ex-suculento alimento. Então, parei. Não insisto e tudo o que vou comer provo um pouco e espero ver se o cara (ou a mina) aqui dentro aprova, afinal, quem vai vomitar depois sou eu.

O pior de tudo é que minhas náuseas não surgem pela manhã. Elas chegam a noite, pra sacanear mesmo. Mãe pobre volta pra casa é de busão. E o chacoalhar do transporte multiplica a vontade de conversar com o Hugo em umas 10x. Portanto, a concentração é essencial!

Já tentei chupar limão, tomar água gelada com hortelã. Nada funciona. Dizem que tudo isso passa aos 3 meses. Como acabei de entrar no segundo, me restam mais 4 semanas de martírio chacoalhador e muita concentração.

2 comentários:

  1. Isso sem contar a parte do cheiro que só piora o enjôo, né?
    Mas aos poucos a gente vai descobrindo o que agrade o Feijãozinho.
    e na minha lista já tem os seguintes ítens:
    - Banana (e todos os derivados, incluindo sorvete com calda caramelada!)
    - Nectarina
    - Danonão

    Tenho certeza d q vai aumentar ao longo das semanas, assim como sua barriga! hehe!!

    ResponderExcluir
  2. alguém já disse que ser mãe é padecer no paraíso,
    mas esqueceu de avisar que esse padecimento começa muito antes de parir.
    beijão no barrigão

    ResponderExcluir