segunda-feira, 13 de junho de 2011

Readaptação e evolução

Faz quase duas semanas que estou com a Amelie em casa e, nesse tempo, eu estou em um processo de readaptação intensa. Eu estava acostumada a ficar o dia todo fora, cuidando de coisas minhas e com a cabeça na pequena. 

Eu achava que o tempo que eu passava com ela durante a noite e finais de semana eram suficientes para realmente conhecê-la, mas que grande ilusão! Eu não sabia o horário dos seus cochilos habituais, o que realmente a agradava, enfim... Em pouco tempo nos tornamos levemente desconhecidas -por incrível que pareça.

Foram duas semanas cansativas mas estou completamente realizada. A Amelie engordou 800 gramas o último mês, tem ficado corada (o que nunca acontecia), está mais alegre e muito mais esperta. Nossa convivência realmente tem sido benéfica para ela (e para mim também!!!) e todos notam a diferença quando a vêem.

Ela ainda está bem abaixo do peso, mas cada grama conquistada é motivo de alegria, de festa e de esperança de que ela normalize de vez seu desenvolvimento.

A Amelie é uma criança alegre, acorda sorrindo e raramente estranha quando alguém se aproxima. Faz festa com barulho de trovões e fogos. Não pode ouvir uma melodia que bate palmas. Está quase andando, mas é preguiçosa  - sabe que engatinhando pode chegar mais rápido ao seu destino!


Estou pisando em nuvens, feliz da vida por estar acompanhando a pequena de perto.


Ah! E viva Santo Antônioooooo!



2 comentários:

  1. A vovó coruja está torcendo muito pelo progresso da netinha.Amo de paixão minha fofurinha!!!

    ResponderExcluir
  2. Glórias aos céus!!!
    Que ela continue a se desenvolver bem...
    bjs

    ResponderExcluir