segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Coisas de Amelie – 1 ano e 2 meses

Ela está cheia de poses, sorrisos, expressões... Enfim, minha pequena está crescendo e suas feições já não são mais de uma bebezinha.

No último mês ela:

- Deu os primeiros passinhos sem apoio. Ela ainda continua muito insegura e às vezes, mesmo sem se desequilibrar, agacha para não correr o risco de cair. Esses dias ela ganhou da tia Érica um andador da Fisher Price que é o máximo. Não é um andador clássico, ele permite que a criança ande mesmo! Estou apaixonada por ele – e a Amelie também.

- Fala super pouco e ainda não consegue juntar duas sílabas diferentes para formar uma palavra. Quase tudo para ela é pai, inclusive eu. Bô serve para dizer que acabou algo ou quando está procurando por algo. Pau pau é piu piu – da música pintinho amarelinho. Já falou vô, Vó, Égi (seria Regi, tia do meu marido), Bu (Quando a imagem de Buda que fica acima da minha cama). Acho que por enquanto é isso.

- Está mais ativa e sociável. Na rua, fala com todo mundo, manda beijos e dá  tchauzinho. Em casa, é difícil pender a atenção dela com alguma coisa – o que tem sido um desafio e tanto. Ela se entedia facilmente com brincadeiras ou brinquedos – por mais diferentes que sejam.

- Está me dando trabalho para comer. Não forço comida, de jeito nenhum, mas ela já demonstrou que não curte algumas coisas, como batata. Já fiz de todos os jeitos possíveis e, inclusive, tentei misturá-la a uma verdura. Mas nçao adianta, se tem batata ela cospe. Também não adianta fazer uma comida suave. Ela gosta de sabores e temperos diferentes, então dou uma caprichada e incremento as coisas com alho poro, tomilho, salsinha para dar mais sabor.

- Está absolutamente apaixonada por biscoito de polvilho. Fomos para o interior esse mês para curtir as férias com o pai e durante a viagem, ela ganhou uma dessas delícias: e nunca mais largou. Se vou à padaria e ela vê um saco de polvilhos, fica apontando, pedindo. Uma coisa de louco.

- O sono está um pouco mais pesado. Ela tem dormido mais durante a noite e os cochilos durante o dia quase desapareceram.

Coisas de mãe – 1 ano e 2 meses

Nesse tempo todo, muita coisa mudou na minha vida. Nessa última semana meio que endoideci (isso, loucura com doidera!) com todas as dúvidas, medos e ansiedades que tem permeado minha vida.

Nesse tempo eu:
- Deixei de fazer as unhas toda semana, simplesmente porque não dá tempo.

- Faz 1 ano que cortei o cabelo pela última vez – e fazia isso a cada 3 meses.

- Tenho me sentido muito vulnerável desde que parei de trabalhar. Fui criada com a ideia de que eu teria que lutar para não depender de ninguém. E é muito difícil me ver em uma situação que preciso pedir dinheiro para fazer qualquer coisa.

- Me descobri uma insana por limpeza – o que me frusta às vezes, porque obviamente, não consigo fazer tudo ao mesmo tempo.

- Amadureci absurdamente. A minha visão de mundo mudou, minhas atitudes mudaram  e eu entendo muito mais minha mãe agora.

- Amo ser mãe. Amo os desafios que a maternidade me impõe e mais ainda, amo ver que minha pequena está crescendo cada dia mais saldável!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário