segunda-feira, 9 de abril de 2012

Adaptação escolar dia 2 e 3 e feriado de Páscoa!

E daí que a pequena foi para escola na quinta-feira e ao chegar, abriu o maior berreiro. Enquanto ela chorava de um lado eu enxugava minhas lágrimas de outro. Bastou chegar em casa que eu liguei para escola para saber como ela estava   e o choro já havia ido embora. Mas foi só aparecer um infeliz vestido de coelho para que ela ficasse completamente apavorada. Ficou até com febre, tadinha...


A coordenadora pedagógica me ligou dizendo que muito provavelmente esta era uma febre emocional e que passaria tão rápido quanto apareceu - e foi o que aconteceu. Mas eu fiquei em casa, aflita!


[No post anterior eu esqueci de comentar que, além de todo aquele corre corre, eu ainda tinha uma encomenda gigantesca de origamis para entregar na sexta! Por um lado, até que foi bom, porque enquanto a Amelie estava na escola, eu fiquei dobrando. Mãos ocupadas, mente serena.]


Foi buscá-la umas 16h30 e a encontrei chorando. Quando ela me viu, não sabia se chorava, se dava risada. Deus do céu, mais uma vez meu coração veio na boca. Como é difícil vê-la nesse estado.


O final de semana foi imensamente turbulento. Eu passei muito mal na sexta-feira, fui para o hospital duas vezes, tomei toneladas de remédios para dor e dei início a um tratamento com antibióticos por conta de uma baita infecção urinária. Como efeito colateral, o remédio dá uma sensação generalizada de cansaço ótima para quem tem um zilhão de coisas para fazer.


Hoje a pequena não ficou bem na escola. A professora disse que chorou o tempo todo, não comeu e só tirou um pequeno cochilo. Eu já havia decidido buscá-la logo após o almoço e não esperar o tempo máximo que ela conseguiria ficar. Acho que isso estressa mais do que adapta.


Mas no tempo que ela ficou na escola, aproveitei para comprar uma lancheira linda e um copo todo bacana para ver se ela fica mais animada de ir amanhã - o dia do meu retorno ao trabalho.


Ainda bem que esta semana minha sogra e minha mãe vão me dar uma mãozinha e a pegarão na escola logo depois do almoço - o que me deixa um pouco mais tranquila.


Enfim, não está sendo muto fácil.



Um comentário:

  1. Isis,
    Li um post super bacana sobre o assunto no "mamíferas", quem sabe te ajude: http://www.mamiferas.com/blog/2012/03/sem-pressa-e-com-respeito.html

    Bjs

    ResponderExcluir