segunda-feira, 31 de maio de 2010

Descanso merecido? Ao contrário. MUUUUITO trabalho!

O médico resolveu não arriscar e marcou a cesária. Minha intenção era segurar a barriga até dia 8 de junho, mas a cirurgia ficou marcada para dia 01 uma vez que minha placenta poderia não aguentar.

Então, dia 21 de junho foi meu último dia de trabalho. Devo confessar que saí orgulhosa por ter aguentado trabalhar até o finalzinho da gestação. Ao mesmo tempo, bateu aquela insegurança de ficar sem trabalhar até novembro. Será que eu vou desaprender tudo??

Em vez de descansar (como todo mundo ficou falando pra eu fazer), eu preferi me manter ativa. E tinha 1001 afazeres! Durante a semana, fui fazer supermercado para abastecer os armários da minha nova casa, pintar o apartamento (sim, eu pintei uma parede!), arrumar prateleiras, armário de cozinha. Além disso, tinha que preparar as malas que eu levaria para a maternidade, arrumar o cantinho dela... Enfim! Foi uma semana super corrida e pesada.

Eu fiz isso porque sou o poço de ansiedade em pessoa. Eu era daquelas crianças que não dormiam quando tinham passeio para o zoológico. Imagine como eu ficaria se eu tivesse me jogado ao ócio? Certeza que eu ficaria a semana inteira sem dormir.
Na segunda-feira, dia 31, ainda fui preparar a lembrancinha de nascimento da Amelie. Muffins de pé de moleque, em homenagem aos festejos juninos. Passei o dia cozinhando, amarrando bolinhos e no final do dia, o Dan passou em casa para me pegar. Dormimos abraçados, contando os minutos para o momento em que nossas vidas mudariam para sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário